Arquivo - Categoria: tapas

Duelo de corpos e o tapinha que dói

“Me casei nos meus tenros 23 aninhos com meu primeiro amor e, pra minha tristeza sem fim, fiquei viúva quando estava pra completar apenas quatro anos de casamento. Você pode imaginar como fiquei arrasada, prostrada, em profunda depressão. Até que, aos poucos, fui me reerguendo. Comecei buscando um hobby que há muito tempo eu secretamente(…)

Me bata que eu gosto

por Ana   A primeira vez que entre os meus lençóis soou uma bofetada, foi na cara do que, meses depois, seria meu namorado durante anos. Eu não pensei, mas parti a cara dele cheia de prazer. E sobre tudo, de raiva, por ter me feito sentir aquilo que nunca tinha experimentado: gozei aos gritos(…)