Arquivo - Categoria: sexo casual

N√£o d√° para esquecer o pior sexo das nossas vidas

Se voc√™ me perguntar qual foi a melhor transa da minha exist√™ncia, eu saberei pontuar com quem foi, em que √©poca da vida, descrevei algumas cenas, sensa√ß√Ķes, mas vai ser imposs√≠vel dizer com exatid√£o em qual data, onde estava, qual foi o ‚Äúscript‚ÄĚ… Porque foram v√°rias boas preliminares, gozadas e trocas que gostaria de ter(…)

A vi√ļva negra de Vars√≥via

“Est√°vamos viajando a trabalho quando nos conhecemos na Pol√īnia, cada um a servi√ßo de seu pa√≠s. Eu, do Brasil; ela, da Col√īmbia. Nossa comitiva era feita de representantes da Am√©rica Latina para uma reuni√£o sobre os rumos do Mercosul. Ela falava em perfeito portugu√™s, o que observamos enquanto ela nos questionava alguns pontos da nossa(…)

Quando t√° foda, beijo, beijo, beijo

“Naquela semana, acordei com vontade de beijar. Beijar. Eu precisava beijar beijar beijar. Veja: eu precisava beijar na boca, beijar de l√≠ngua, beijar sem l√≠ngua, beijar seco, beijar molhado, beijar bitoca, beijar boc√£o, beijar miudinho, beijar escandaloso, beijar-morder, beijar-beliscar. Beijar t√≥rax. Beijar m√£os. Beijar rosto liso ‚Äď porque barb√£o j√° enjoei. Beijar canto de boca.(…)

Faltou camisinha no bloco de rua

E como aqui a gente s√≥ quer saber de ziriguidum pelos pr√≥ximos dias, mais uma hist√≥ria de samba (ou melhor, salsa), suor e tes√£o. Aproveitem! ‚ÄúSomos de Bras√≠lia e resolvemos curtir o carnaval de rua de S√£o Paulo ‚Äď eu, em busca de amores de ver√£o heterossexuais; ele, em busca de mocinhos deliciosos. Era um(…)