Quer transar mais? Durma mais

carmen

“Não tenho vontade de transar, ando muito cansada.” Ouvi essa frase na semana passada, durante o café com uma amiga. Ela parece ter tudo: uma família de Facebook, marido que a deseja, um emprego que garante conforto e até alguns luxos. Mas falta algo importante na vida dela: desejo sexual. Ela está longe de ser a única. E sempre me pergunto como resolver essa equação: mulheres fazem jornadas duplas ou triplas (trabalho, filhos e casa); nos consultórios, se queixam da baixa libido; e a razão que mais dão para a falta de desejo é o cansaço.

Segundo uma pesquisa norte-americana da National Sleep Foundation (Fundação Nacional do Sono), 63% das mulheres e 54% dos homens têm insônia pelo menos uma vez na semana. Os hormônios respondem pela desvantagem feminina: o estrógeno tende a encurtar os ciclos do sono, e isso é sentido especialmente nos períodos de menstruação, gravidez e menopausa.

Por outro lado, um estudo publicado no “The Journal of Sexual Medicine” (revista científica de medicina sexual) comprovou que quanto mais uma mulher dorme, mais interesse em sexo ela terá no dia seguinte. Uma horinha a mais de sono aumenta em 14% a chance de transar no dia seguinte. O mesmo estudo afirma que as dorminhocas experimentam maior excitação vaginal, ou seja, ficam mais lubrificadas.

 

Crédito da foto Pinterest

 

Esse efeito “cansado(a) demais para o sexo” também é maior nas mulheres do que entre os homens, e mais uma vez o culpado é um hormônio. Pouco sono e estresse liberam cortisol que, consequentemente, diminui a testosterona. Testosterona é ingrediente importante da “poção do amor” que temos dentro do corpo. Homens têm um frasco maior. Então, enquanto passam a noite em claro, o tanque dele esvazia pela metade. O dela, seca total.

Isso não significa que eles não sofram o impacto no sexo. Existem outras pesquisas publicadas na revista que mostram que dormir mal tem um impacto funcional na vida sexual deles: a temida disfunção erétil.

A melhor notícia, porém, é que assim como o sono influencia o sexo, o sexo influencia o sono. Quem já experimentou ficar sem transar pode ter percebido, rola irritação e dificuldade para dormir. Agora, quando temos um orgasmo, o cortisol diminui e liberamos ocitocina, mais um ingrediente essencial da poção.

Então, vamos melhorar a rotina sexual e do sono? Os especialistas não ensinam nada de novo, apenas relembram: para ambas as atividades, transar ou dormir, vale ir para cama sempre no mesmo horário e fazer do quarto um lugar confortável e propício. E larga desse celular pelamordedeus!

Aviso
Esté é um blog sobre sexo. Se você tem menos de 18 anos ou considera o conteúdo inapropriado para você, clique aqui.