O que o fidget spinner, brinquedo-sensação de 2017, tem a ver com pornografia?

Na semana passada, quando o site Pornhub divulgou as estatísticas do ano, alguns termos mais buscados eram óbvios: “lesbian”, “anal”, “porn for women” (pornografia para as mulheres, resultado do movimento de empoderamento feminino? Que maravilha!). Mas confesso que boiei completamente em alguns dos “trending topics” que definiram o universo dos vídeos de sexo em 2017.

Se você me faz companhia nessa ignorância e não tem ideia do que grande parte dos 28.5 bilhões de visitantes do site queria ver quando digitou palavras como “fidget spinner”, “overwatch” e “hentai”, segue em frente neste post, porque eu fiz a lição de casa e assisti muitas horas de pornografia ontem à noite para poder te explicar agora.

Para contextualizar, ao longo do ano, o Pornhub recebeu diariamente 81 milhões de visitas de pessoas a fim alguns minutos de excitação. Elas fizeram um total de 24.7 bilhões de buscas, cerca de 50 mil por minuto. Dá-lhe masturbação!

A produção também foi grande: foram realizados quatro milhões de novos uploads. “Porn for Women” foi o tema que mais cresceu: 1.400%.

Alguns termos nem são novidade, mas valem um glossário:

 

Crédito da foto Pinterest

 

Fidget spinner – em apenas 10 dias, no mês de maio, houve 2.5 milhões de buscas pelo brinquedo no Pornhub. É a criatividade a serviço daquela bizarrice típica que faz parte do mundo pornô. A maioria dos vídeos mostra o spinner acoplado em um plug anal. As atrizes exibem suas bundas com o artefato e brincam de girá-lo, produzindo um ventinho na região (pode rir). Algumas vezes, fazem sexo ao mesmo tempo. Filmagens caseiras mostram masturbação feminina e masculina também com o auxílio do brinquedo. Mas a zoeira teve espaço também: a galera, por exemplo, intitulava o vídeo de “bissexual threesome” e o que aparecia na tela eram apenas três mãos girando spinners e gemidos em off.

Rick and Morty – a animação de ficção científica do Cartoon Network é sucesso entre os adultos e, como é praxe na pornografia, ganhou paródias. A ideia é mostrar os personagens, que são parentes, nus e transando entre si.

ASMR – Autonomous Sensory Meridian Response (em português Resposta Autônoma ao Meridiano Sensorial) se refere a um fenômeno biológico caracterizado por uma agradável sensação de formigamento geralmente sentida na cabeça, couro cabeludo ou regiões periféricas do corpo em resposta a vários estímulos visuais, auditivos e cognitivos, diz no Google. Dá pra imaginar o que se busca quando a sigla é digitada no site de sexo? Certa sutileza inusitada, como sussurros, sons de respiração ou feitos com a boca, como mastigação ou salivação.

Hentai – é sacanagem na forma de animação japonesa. Saca mangá e anime? Então, coloca enfermeiras, médicos, professores e alunas entre os personagens; e orgias, submissão e infidelidade como temas. Está em terceiro lugar entre os mais assuntos mais procurados pelos brasileiros.

 

overwatch
Crédito da foto Pinterest

 

Overwatch – popular jogo de videogame, já está na moda pornô desde 2016. Ocupa o topo do ranking brasileiro no site. No Xbox e similares, trata-se de combates entre heróis. No Pornhub, é animação 3D de masturbação, boquete, transas homo e heterossexuais entre os personagens de belos corpos, tudo em movimentos lentos e sem diálogos.

 

 

 

Aviso
Esté é um blog sobre sexo. Se você tem menos de 18 anos ou considera o conteúdo inapropriado para você, clique aqui.