Dá para fazer sexo oral com aparelho nos dentes?

Por carmen

Marisa me conta que está pensando em colocar aparelho nos dentes, mas só não se decidiu ainda por um motivo: sexo oral.

“Vou ter de ficar um ano ou mais sem chupar o pau do meu namorado? Não quero! E se fizer, vai que na hora o aparelho arranha ou enrosca na pele? Vira uma tragédia!”, comentou comigo.

 

aparelho dentário
Crédito da foto Pinterest

A preocupação dela me lembrou do meu dilema adolescente, quando, aos 13 anos, achava que só poderia beijar na boca quando tirasse o aparelho.  Mas a dúvida tem fundamento. De fato, a glande peniana é extremamente delicada e sensível e um machucado ali é complicado e dolorido.

Mas existem diversos tipos de aparelho e se Marisa foi com mais jeitinho e menos afoita, pode mandar ver no boquete.

Quando os brackets (os famosos ferrinhos) estão do lado externo da arcada o risco é minimizado, porque essa parte dos dentes não costuma encostar no pênis. Agora, se foram colocados na parte interna, como às vezes acontece, fica um pouco mais perigoso, mas nada que não dê pra ser testado com calma, pra encontrar um modo mais seguro.

Os aparelhos ortodônticos mais modernos, chamados alinhadores transparentes, tipo o Invisalign, são os mais tranquilos. “No sexo oral, funcionam até como uma capa protetora”, explicou uma amiga que usa. Mas se forem retirar, é preciso certa atenção com os pinos que são fixos na superfície dos dentes e servem para encaixar a placa de acrílico.

Aparelho que aumenta o prazer. Será?

No universo do sexo, o verbo é sempre “aumentar”. Aumentar a libido, a frequência, os seios, o pênis…

E para aumentar o prazer no sexo oral, Kuang-Yi Ku, um dentista de Taiwan, criou um aparelho que também é um brinquedinho sexual: além de alinhar os dentes, estimula mais o órgão genital durante a chupada.

Também se trata de uma placa móvel transparente, mas tem algo a mais: bolinhas macias na superfície que fica no céu da boca. A versão para as mulheres funciona como uma capa para a língua, também coberta pelas esferas.

Mas o chamado Fellatio Modification Project é ambicioso: futuramente a ideia é implantar as bolinhas no direto no palato. Outra piração do dentista asiático é a cirurgia que modifica a estrutura da boca e a posição do maxilar, deixando-o mais protuberante, para que seja possível engolir mais profundamente um pau, sem ânsia de vômito.  Seria a medicina a favor da garganta profunda. Quem quer ser a cobaia?