7 coisas que você precisa saber sobre prótese peniana

Por carmen

A não classificação da Itália para a próxima Copa, a reforma trabalhista e o gabarito do Enem dividiram a atenção esta semana com uma notícia “babadeira”. O ator Alexandre Frota enfrentou uma batalha judicial contra seu plano de saúde para a implantação de uma prótese peniana. Não faltaram piadas de mau gosto, memes e compartilhamentos, afinal, Frota sempre pautou sua imagem pública na virilidade, no corpo sarado, fez filmes pornôs e gosto de criar polêmicas.

No Brasil, este método de tratamento à impotência sexual grave ainda é visto como mito. Gostaria muito de saber como é transar com alguém que tem prótese. Muda muito para a mulher? E para o cara? Parar as preliminares para colocar o pau em riste com a mão se assemelha à pausa para colocar a camisinha?

Algumas curiosidades sobre a prótese peniana:

 

protese
Crédito da foto Pinterest

 

  1. Não vende em sex shop, não aumenta o pênis. A prótese é um artigo médico, implantado em centro cirúrgico, apenas em pacientes com disfunção erétil grave. Nem adianta vir com ideias mais sacanas.
  1. Há alguns anos, foi feito um levantamento pelo Centro de Referência em Saúde do Homem, ligado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, que apontou que 82% das parceiras de homens que fizeram implante peniano estão satisfeitas sexualmente. A satisfação masculina alcançou 75%.
  1. Se o homem costumava sentir prazer na relação sexual, ele vai continuar com a sensação após a implantação. Como não se mexe na inervação e nem na glande, a sensibilidade fica totalmente preservada.
  1. Existem dois tipos de prótese que podem ser colocadas. Uma delas fica permanentemente rígida, mas o paciente consegue colocá-la em diferentes posições. Esta costuma ser notada, é possível perceber que o homem possui o artefato. O outro tipo é a inflável e reproduz a ereção natural, já que imita o fluxo sanguíneo. Ela funciona com uma bombinha no saco escrotal que enche e esvazia a prótese e é imperceptível.
  1. Geralmente as próteses têm duração vitalícia. Elas são feitas basicamente de silicone e algumas são cobertas com uma película de antibiótico para evitar infecções. A possibilidade de qualquer complicação ou quebra é bem rara.
  1. Tudo continua igual: urinar, receber boquete, gozar.
  1. Anka Radovick, colunista da revista “Men’s Health”, transou com um homem de pênis biônico (com prótese inflável) e descreveu a experiência em um texto. Disse que existem quatro níveis de rigidez: mole, meio-ereto, ereto e “meu deus, você vai me matar com essa coisa”. Segundo, ela, é preciso bombear cerca de 20 vezes para obter a ereção. Durante a penetração, Anka contou que chegou até a esquecer que havia silicone envolvido ali. Mas o melhor ficou pro final: depois de gozar, a pau continuou duro. Ou seja, não houve necessidade de ir para os vestiários antes do segundo tempo!