Vale tudo no sexo casual?

por Lia

 

Uma pesquisa do site C-date perguntou a mulheres e homens se vale tudo no sexo casual.

 

Das mulheres ouvidas, 64,32% afirmaram que topariam tudo, enquanto 4,85% das entrevistadas disseram “não”. Talvez mais realistas, 30,83% dizem que topariam dependendo do parceiro. omens pensam um pouco diferente.

 

Na pesquisa feita com eles, 59,22% disseram “sim”, 7,12% “não” e 33,66% dependeriam da parceira.

 

Eu acho que sexo casual é sexo, e sexo é legal quase sempre. E quando você não está em um relacionamento estável ou com um único parceiro (namorado, marido ou qualquer coisa que o valha), é a única forma de existir sexo na vida, fato.

 

Mas sim, existem nuances. Existe o sexo casual com uma pessoa fixa, com quem você sai por longos períodos e topa tudo. A pessoa te conhece bem, então existe intimidade. Fica mais divertido e mais fácil inventar. É o cara com quem você arrisca transar no carro no meio da rua, por exemplo.

 
Existe o sexo casual com alguém que você já conhece, mas não acontece sempre, algo mais parecido com o de cima. E existe outro tipo de sexo casual, com o cara que você conhece numa festa, por exemplo, e pode ter uma noite legal, mas não, você não quer dizer pra ele rasgar sua roupa.

 

Dos sexos absolutamente casuais da minha vida, com quem você não cruza mais (ou cruza outras pouquíssimas vezes), confesso que APENAS dois casos foram incrivelmente fantásticos, daqueles em que saímos anestesiadas, com super poderes.

 
O último eu descobri no Reveillón, numa noite em que estar no meio do breu e da madrugada numa praia, com pessoas caminhando a alguns metros de mim. Perder os brincos favoritos naquele dia valeu enormemente, como os outros encontros com ele.

 
Mas é claro que a chance de sair satisfeitíssima no segundo caso é menor. Mas nem por isso vou deixar de fazer, pois é o caminho de se chegar à primeira opção.

 

Outra coisa legal do sexo casual é que ele não te obriga a ligar, mas também não te proíbe. Ele não te força a ir na casa da sogra, mas também não impede um jantar. Ele simplesmente te dá liberdade. Mas, sim, o risco de se apaixonar pelo sexo casual ou sofrer porque ele foi casual quando você queria mais está lá, latente.

 

Segundo responderam 1.258 usuários brasileiros da pesquisa que citei no início, 36,96% de homens e mulheres topam por se sentirem sozinhos…A segunda resposta mais dada (25,2%) diz que o motivo seria apenas diversão, e a terceira, uma variação da segunda (19,4%), para aliviar a tensão do dia.

 

Se seu objetivo são as duas últimas, vá fundo. Recomendo. Se é o primeiro, aproveite também, mas saiba que não, o sexo casual NÃO vai preencher o que você quer preencher.

Aviso
Esté é um blog sobre sexo. Se você tem menos de 18 anos ou considera o conteúdo inapropriado para você, clique aqui.