Sexo com Legião Urbana

por Lia

 

Fazer sexo com trilha sonora é sempre bom. Pode ser divertido, romântico, inspirador, até mesmo prático -serve para abafar gritos ou barulhos se você está em um lugar indiscreto, como uma casa com vizinhos ou um hotel.

 

Fato é que a combinação música e sexo é boa (ok ok, música é boa sempre, sexo idem). Casais adoram ter suas músicas, mas há outras canções que, sempre que escutadas, fazem lembrar daquele sexo ou daquele dia x.

Legião Urbana em 1986
(Nelson Stanisci Junior/Folhapress)

 

E qualquer música pode lembrar sexo, depende do que cada um viveu.

 

Adoro pensar nisso. Que uma música tocando não quer dizer nada para mim, mas pode fazer alguém na minha frente pensar em algo excitante. E adoro quando penso em sexo ao ouvir uma música em um local público (no carro cheio, no restaurante, na mesa de bar) e que me remete a alguém ou a alguma lembrança. E me divirto pensando que as pessoas ao redor não têm a menor ideia do que se passa na minha cabeça.

 

Já ouvi gente dizendo que música desconcentra, não te deixa ouvir o outro. Nunca fui convencida sobre tal teoria. A música lá tocando não quer dizer que você vai prestar atenção mais ao som que ao parceiro. Enfim.

 

Eu sempre adorei Legião Urbana romanticamente falando. Me surpreendi quando senti tesão por causa deles, numa troca de e-mails enquanto um show passava num canal de TV. O jogo surgido era uma conversa sem lógica com versos das canções decoradas por gerações seguidas… Nunca mais me desfiz daquele e-mail (isso é tema de outro post, os e-mails que nunca apagamos).

 

Ele: “Um dia pretendo tentar descobrir”

 

Eu: “Vamos tentar já”

 

Ele: “O mundo anda tão complicado”

 

Eu: “Tá tudo, assim, tão diferente”

 

Ele: “E assim não posso nem me concentrar”

 

Eu: “Mas eu sei que alguma coisa aconteceu”

 

Ele: “Chegou a vez do nosso ritual”

 

Eu: “Muitos tremores nascem…”

 

Ele: “Vamos celebrar Eros e Thanathos”

 

Eu: “Meu coração está com pressa”

 

Ele: “Não vá embora, Fique um pouco mais”

 

Eu: “Temos todo o tempo do mundo”

 

Ele: “Hoje eu quero fazer tudo por você”

 

Eu: [Já sem controle, desistindo dos versos] “Morri. Fim. Só penso em você em mim. Agora.”

 

Ele: “…………..”

 

***

E você, leitor e leitora, nos escreva para contar qual música te lembra sexo! Estamos sempre aqui: blogxdesexo@gmail.com

Comentários

    1. Marcela, acredito pq cria aquela expectativa do encontro posterior, no final do dia, na hora do almoço, enfim…rs Para mim é uma forma de premilinares, não existe coisa melhor do que vc ver a pessoa de manhã (por exemplo) e enviar uma mensagem ou sms pra ela dizendo (Vc está me deixando louco com essa roupa que está hoje… Me aguardeeee, vc não me escapa!)…rsrsrs… Oh trem bommmmmm demais….

    1. Mm…
      Já publicamos dois textos de leitores em duas semanas. Aos poucos daremos outros.
      Acho que seu estilo não é o deste post, mas teremos muito na outra, também. Nos aguarde no próximo!
      Bj
      Lia

      1. Lia, eu estou acompanhando desde o primeiro dia e li todos os textos publicados, inclusive do chuveirinho..rs. Eu não entendi ESTE texto, porém estou contigo que uma determinada música transforma-se em uma trilha sonora daquele momento com aquela pessoa… Uma das boas transas que tive foi ouvindo Wando (ela quem colocou o CD) e o ponto mais alto foi exatamente quando tocou a música “Eu já tirei a sua roupa”. Esse momento não esquecerei, mesmo não curtindo esse estilo de música… Estou aguardando ansioso o próximo post…rs Bjsss

    1. Hélio,
      Eu acho que você está certíssimo! Temos respondido a tantos e-mails que não estamos por aqui como deveríamos.
      Obrigada pelo toque.
      Lia

  1. Quero deixar uma sugestão às administradoras do blog: atualizem o mesmo diariamente, mais ou menos no mesmo horário. Inicialmente estava bastante estimulante, mas a inconstância dá um tom de amadorismo, descompromisso com os seus leitores e desorganização…. isso tira o tesão de acompanhar o blog. E imagino que não é isso que vocês estejam buscando.

    Outra coisa: ele vinha numa linha bem erótica, picante, estimulante….e esse último texto foi bem picolé de chuchu…deu uma brochada… 🙁
    Deu uma impressão de que vocês cederam às críticas moralistas de algumas pessoas que comentaram os textos.

    Bom….é isso. Fico no aguardo de maior regularidade e de novos textos que molhem a minha calcinha! 😉

  2. Apesar da enxurrada de críticas, eu entendi o o objetivo desse post. Até lembrei de alguns emails e msgs que nunca vou ter coragem de apagar.
    Em relação ao texto, talvez a história que vcs usaram para ilustrar que num tenha pegado muito bem…

    Beijo lá!

Comments are closed.

Aviso
Esté é um blog sobre sexo. Se você tem menos de 18 anos ou considera o conteúdo inapropriado para você, clique aqui.