X de Sexo

A cama é de todos

 -

Blog fala de sexo a partir de histórias do dia a dia, narra experiências reais e conta com a colaboração de leitores. É produzido de forma anônima.

Perfil completo

Publicidade

Geme e grita que eu te escuto

Eu não escondo – e talvez seja até repetitiva em afirmar – que amo palavras em meio ao sexo. Falar e ouvir, para mim, é parte fundamental do coito, me dá um tesão danado. Mas os sons mais guturais? Outro dia, vendo um post em um grupo de sexo e feminismo que participo, fiquei pensando(…)

Me engravida! Ou não…

A expressão se popularizou em memes, na zoeira geral da internet, no bordão de um apresentador de canal de esporte, mas “me engravida” sempre frequentou o linguajar sexual nas alcovas. Se fora da cama, a ideia tem a ver com uma babação de ovo – que pode ser sexual ou não – na transa, ela(…)

Quem são os digissexuais?

Se você nunca viu uma boneca inflável, saiba que esse artefato erótico está em vias de se tornar peça de museu. O surgimento de bonecas robóticas e de realidade virtual na pornografia vai fazer crescer o número de pessoas cujas necessidades sexuais e emocionais serão praticamente todas satisfeitas pela tecnologia. É o que acreditam pesquisadores da Universidade de Manitoba,(…)

As 5 histórias mais curiosas da sexualidade

Na tarde em que havia um punhado de gente protestando em frente o Sesc Pompeia contra a filósofa Judith Butler, uma das principais estudiosas de gênero e autora da teoria queer, eu resolvi que seria um bom momento para finalmente conferir outro evento que arrepiou os pelinhos da parcela mais conservadora dos paulistanos, a exposição “Histórias(…)

O ponto da carne é fundamental

Certa vez, falei para um cara mais velho com quem eu transava que achava que havíamos passado do ponto do tesão, que nosso sexo estava esfriando. Ele respondeu, malcriado: “O que passa do ponto é bife.”     Talvez meu amante tivesse razão naquele momento, o problema ali não era esse, mas eu ainda acho(…)

Ser liberal é ser cúmplice

Cumplicidade é uma palavra-chave em um relacionamento sexual. E se o casal curte práticas mais  liberais, a cumplicidade pode e deve ser elevada ao quadrado. A etimologia do termo é interessante, vem de “unido, junto” e também de “complicado, enrolado, enroscado”. Não é assim o sexo? E não podemos esquecer que também é usado nos tribunais, para(…)

Blogs da Folha

Publicidade
Publicidade
Publicidade